Publicado por: J.Pinto | 2014/02/23

Quem são os maiores beneficiários do regime?


Carreira incerta e descontos mínimos: é um clássico

O Fernando Tordo partiu para o Brasil, mas antes de ir disse aos jornalistas que tinha de ir trabalhar para um país estrangeiro (aqui não há oportunidades), uma vez que não consegue sobreviver com uma mísera reforma de duzentos e tal euros.

Apesar dos ganhos elevados que alguns artistas tiveram e têm, o Estado permite que eles descontem apenas pelo salário mínimo (ou pelo valor do IAS), pelo que o valor da pensão terá de ser coerente com o valor descontado.

O que os portugueses não poderiam admitir é que os artistas tenham a oportunidade de descontar pouco e depois tivessem direito a uma reforma elevada. O mesmo se passa com os jogadores de futebol e outros beneficiados do regime.

Os restantes portugueses deveriam exigir aos governantes o mesmo tratamento. Seria uma forma de se queixarem com razão – assim não haveria dinheiro para pagar as pensões de ninguém.

Vejam o que diz o artigo 77 do Código dos Regimes Contributivos do Sistema Previdencial de Segurança Social:

Base de incidência contributiva

Constitui base de incidência contributiva dos praticantes desportivos profissionais um quinto do valor da sua remuneração efetiva com o limite mínimo de uma vez o valor do IAS.


Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

Categorias

%d bloggers like this: