Publicado por: J.Pinto | 2014/01/05

Os verdadeiros cavalheiros


Para compensar o mais recente chumbo do Tribunal Constitucional à convergência das pensões, o Governo decidiu alargar a base de incidência da contribuição extraordinária de solidariedade (CES). Oficialmente ainda não sabemos qual é o limite mínimo de incidência desta contribuição, mas a comunicação social tem veiculado que a CES se vai aplicar aos reformados que ganham mais de 1000€. Feitas as contas, uma percentagem entre 10% e 15% de reformados portugueses deve estar sujeito a esta contribuição. Estamos a falar de uma pequena percentagem de reformados e estamos a falar dos pensionistas que ganham mais em Portugal, uma vez que esta contribuição apenas se aplica aos que ganham mais de 1000€.

As associações de reformados e muitos partidos políticos já manifestaram a revolta por os reformados que ganham muito acima da média serem mais uma vez chamados a fazer sacrifícios. A Manuela Ferreira Leite e o Bagão Félix já vieram a público criticar severamente esta medida (pudera, eu também não gostaria de ver a minha reforma gorda cortada). Muitos políticos e reformados, incluindo a Maria do Rosário Gama, dirigente de uma das associações de reformados (APRE), defendem a subida da taxa do IVA em detrimento do corte nas pensões.

Como sabemos, o IVA é um imposto cego, uma vez que, independentemente dos rendimentos, afeta toda a gente. O que aqueles cavalheiros e damas defendem é que devem ser todos (incluindo os reformados que ganham 200€ ou 300€ por mês) a suportar mais este sacrifício.


Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

Categorias

%d bloggers like this: