Publicado por: J.Pinto | 2012/09/26

Vivemos acima das nossas possibilidades


Vivemos acima das nossas possibilidades. Esta é uma das frases mais vezes repetidas na comunicação social; alguns não percebem e até refutam a ideia dizendo que nunca gastaram o que não tinham. É verdade. Quem gastou mais do que tinha não foram os privados (também há privados que gastaram mais do que tinham, mas as consequências dos seus atos refletir-se-ão nas suas vidas), mas o Estado. Nestes 38 anos de democracia, não há um único ano em que o Estado não tenha gasto mais do que tinha – as despesas do Estado foram sempre superiores às suas receitas. Basicamente, os défices acumulados ao longo destes 38 anos originaram a dívida pública atual. Se o Estado viveu durante muito tempo acima das suas possibilidades, então deve ser esse mesmo Estado a fazer ginástica; é ele que deve cortar na sua despesa. Se não o fizer, não só não estará a cortar onde deve como estará/continuará a viver acima das possibilidades dos contribuintes.


Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

Categorias

%d bloggers like this: