Publicado por: J.Pinto | 2011/10/17

Carga fiscal em Portugal


Acabei de ouvir na TSF que a carga fiscal portuguesa pode chegar aos 42% em 2012. Mais do que uma carga fiscal elevada, principalmente quando comparada com os bens e serviços recebidos pelos cidadãos portugueses, a distribuição do esforço fiscal é injusta. Ou seja, existe um pequeno número de pessoas que pagam uma elevada percentagem dos impostos em Portugal, principalmente no que respeita aos impostos diretos.  

Há, no entanto, pessoas que continuam a querer criar mais uns impostos e taxas sobre os portugueses:

Regulador da saúde propõe taxa sobre telemóveis para financiar o SNS

Bastonário dos médicos sugere imposto sobre o fast food

Mais do que sintomas da falta de sensibilidade social, estes comportamentos significam uma tentativa (in) consciente de interferir na vida das pessoas. A saúde é um dos sectores que mais gasta em Portugal e, ao contrário do que defendem aquelas duas entidades (ERS e Ordem dos Médicos), é necessário fazer o mesmo com menos dinheiro. Não há alternativa.

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

Categorias

%d bloggers like this: