Publicado por: J.Pinto | 2011/08/16

Dados da economia portuguesa


Ainda hoje foram dados a conhecer alguns indicadores referentes à economia portuguesa no segundo trimestre deste ano. Segundo a estimativa rápida do INE, a redução do PIB em termos homólogos esteve associada uma acentuada diminuição do Investimento e das Despesas de Consumo Final das Famílias, sobretudo na componente de bens duradouros. As Importações de Bens e Serviços também diminuíram, contrariamente às Exportações de Bens e Serviços, que mantiveram um elevado crescimento homólogo no 2º trimestre.

Alguns economistas referem que na segunda metade do ano é esperado um desempenho negativo da economia portuguesa, apontando o arrefecimento da economia mundial – e o consequente abrandamento da taxa de crescimento das exportações – e o menor consumo público como as causas mais prováveis. Tudo leva a crer que tudo isto possa acontecer, mas há outro factor que contribuirá para o abrandamento da economia portuguesa e que não é mencionado pelos economistas referidos: a diminuição do consumo das famílias, tal como aconteceu no trimestre findo. Dada a subida da carga fiscal no terceiro e quarto trimestres, é muito provável que o consumo final das famílias continue a baixar. Não nos podemos esquecer que na segunda metade do ano estão previstos o aumento do IVA (por exemplo, na electricidade e no gás) e a aplicação da sobretaxa de IRS sobre o subsídio de natal.

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

Categorias

%d bloggers like this: