Publicado por: J.Pinto | 2011/04/27

A Espanha e a ajuda externa


Portugal é já o terceiro país da União Europeia a precisar de ajuda internacional. O próximo a pedir ajuda, dizem alguns especialistas/economistas/jornalistas é a Espanha. Recentemente, por exemplo aqui, tenho lido que a Espanha conseguiu demarcar-se dos restantes países periféricos, pelo que poderá não necessitar de ajuda externa. Para a Espanha e para o euro seria bom que isto acontecesse.  

Olhando para os dados estruturais da Espanha, há um valor que me salta à vista: a dívida pública. A dívida pública espanhola (não conheço a externa), em percentagem do PIB, é muito menor que a Portuguesa, a Grega ou a Irlandesa. Os mercados tendem a penalizar mais os países que necessitem de maior financiamento. Também não conheço as datas em que a Espanha terá de recorrer aos mercados para se financiar, mas se não forem muito frequentes, e se a Espanha conseguir implementar medidas que consolidem as suas finanças públicas, acredito, cada vez mais, que conseguirá sobreviver sem ajuda externa.

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

Categorias

%d bloggers like this: