Publicado por: J.Pinto | 2009/11/11

Trabalhadores e pensionistas


O nosso sistema de segurança social está assente no princípio básico da solidariedade, ou seja, os que trabalham pagam as pensões dos que não podem trabalhar. Por isso, os valores pagos aos pensionistas são, em qualquer altura, pagos pelos trabalhadores no activo. A sustentabilidade deste sistema de segurança social dependerá da capacidade contributiva dos trabalhadores no activo e do número de pessoas que, em cada momento, dependem do sistema. Como sabemos, a população portuguesa tem envelhecido nos últimos anos, ao mesmo tempo que o número de nascimentos tem reduzido substancialmente. O rácio entre os que descontam e os que são subsidiados pela segurança social é cada vez menor. Dito de outra forma, cada vez há menos pessoas a descontar e mais pessoas a usufruir da segurança social. Como facilmente se verifica, alguma coisa terá de ser feita de modo a tornar este sistema sustentável. Algumas alterações tem sido introduzidas neste sentido, mas teme-se que não sejam suficientes. Apesar de não conhecer os dados, há alguns anos o rácio entre pessoas no activo e reformadas era de 4 para 1, ou seja, haviam 4 pessoas a descontar e 1 a receber; agora este valor andará à volta de 3 para 1, podendo, a breve prazo, chegar aos 2 para 1.

 

P.S. Se tiverem dados oficiais, agradeço a disponibilização


Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

Categorias

%d bloggers like this: